O Deus das Portas Abertas

“Repreendeu o mar vermelho, e este secou; ele os conduziu
pelas profundezas como por um deserto.” Salmo 106:9

Para muitos, a abertura do mar vermelho foi o maior milagre de todos os tempos. Imagine só, cerca de 600 mil homens (além de mulheres e crianças), atravessando o mar em terra seca, enquanto contemplam enormes muralhas de água, à sua direita, e à sua esquerda. Não havia dúvidas que o Deus de Israel era forte e poderoso.

Há poucos dias atrás, aqueles homens estavam sendo escravos no Egito, Já se completavam mais de 400 anos escravidão. Muitos ali já haviam se esquecido de Deus, ou nem ao menos sabiam quem Ele era. Não parecia haver solução para aquela vida de miséria e opressão. Mas para um povo que jazia em trevas, Deus fez resplandecer Sua maravilhosa luz.

Quando parecia que seriam eternamente escravos, Deus suscita um libertador – Moisés. Quando a fome os atingiu, Deus mandou o maná. Quando não tinham como escapar, Deus abriu o mar vermelho.

Aquele que abriu o mar, é o Deus que abre portas. Quando estiver frente ao mar da dúvida e do desespero, quando não houver nem saída nem solução, Cristo te diz: “Eu sou a porta” (João 10.9). Cristo é a saída!

Anúncios