Ló – Fuja de Sodoma!

Nome:

Pai: Naor (irmão de Abraão)

Mãe: Milca

Cidade natal: Ur dos Caldeus

Cidade onde morreu: Zoar

Atos reprováveis: Embriagado por suas duas filhas, se envolveu em uma relação incestuosa com elas, da qual teve origem duas das maiores nações inimigas de Israel: os amonitas e moabitas.

Atos memoráveis: Abrigou dois anjos do senhor, enquanto os homens de Sodoma queriam abusá-los.

O que mais me interessa em sua história: Ló, um dia, contemplou a terra de Sodoma,  que de tão bela, foi comparada ao Jardim do Éden. Ló se encantou tanto com a cidade, que escolheu-a como sua morada, mas não buscou a direção de Deus, nessa decisão. Uma escolha errada, pois toda aquela beleza, abrigava a maior idolatria e perversão da época. Ló se manteve justo diante de um povo promíscuo, e conseguiu fugir da destruição de Sodoma, mas sua mulher se perdeu, atraída pelos prazeres que ficariam para trás. Ló conseguiu levar suas filhas consigo. Mas elas, através de um plano incestuoso, mostraram que poderiam ter saído de Sodoma, mas Sodoma não havia saído delas. Ló foi salvo, e estará no céu. Mas talvez não encontre as pessoas que mais amava ali. A história de Ló é uma prova que podemos ser justos, em meio à  influência do pecado, mas também nos mostra, que em qualquer decisão, devemos buscar a direção de Deus.

João Batista

João Batista – A voz que clama no deserto

Nome: João

Pai: Zacarias (sacerdote)

Mãe: Isabel (parente de Maria, mãe de Jesus)

Local de nascimento: Alguma cidade na região montanhosa da Judéia.

Local de falecimento: Palácio de Herodes

Profissão: Profeta

Grandes Feitos: Batizou muitas pessoas (inclusive o próprio cristo), e através de sua pregação preparou o povo para a vinda do Messias.

O que mais me interessa em sua história: “Importa que Ele cresça, e que eu diminua”. A vida de João Batista pode ser resumida por esta frase, dita por ele mesmo. João foi alguém que viveu em completa humildade abnegação, dedicando toda a sua vida à mensagem que o Senhor lhe confiou. Não realizou nenhuma cura, e nunca pregou prosperidade, mas mesmo assim, Jesus o considerou como o “maior dos nascidos de mulher”. Nunca realizou um milagre, mas através da sua pregação, e de sua obra de batismo para remissão de pecados, ele conduziu as pessoas para o maior de todos os milagres: o milagre do perdão.

Josué

Josué – O sucessor de Moisés

Nome: Josué

Significado do Nome: “A Salvação é Deus”.

Livro onde é narrada a sua história: Aparece em alguns trechos dos livros de Êxodo, Números e Deuteronômio, e durante todo o livro de Josué.

Local de nascimento: Não é citado na Bíblia.

Local de falecimento, ou sepultamento: Foi sepultado na terra que tinha recebido por herança, em Timnate-Sera, nos montes de Efraim, ao norte do monte Gaás.

Pai: Num

Características: Obediente, forte e corajoso.

Profissão, ou posição político-social: Foi auxiliar de Moisés, e depois sucedeu o mesmo no comando do povo de Israel.

Grandes feitos: Liderou os israelitas durante a travessia do Rio Jordão; comandou a queda do muro de Jericó; foi escolhido como sucessor de Moisés; ordenou que o sol parasse e Deus o atendeu; e conquistou toda a terra prometida por Deus.

O que mais me interessa em sua história: Josué não nasceu para comandar um povo, mas sempre se preparou para isso. Ele sempre foi um servo fiel de Moisés, e sempre andou conforme seu mestre, e caminhava segundo a lei de Deus.

Lição que aprendemos com sua história: Josué não foi escolhido sucessor de Moisé à toa. Antes disso ele já havia sido espião, soldado, e auxiliar de Moisés. Ele sempre cumpria sua missão sem questionar. Era um discípulo fiel que sempre obedecia a Moisés e nunca se separava dele. Sempre estava prestando atenção aos passo de seu mestre. Foi por ter sabido obedecer, que Josué recebeu o direito de comandar.

Curiosidade: O nome Josué tem as mesmas raízes hebraicas do nome de Jesus, portanto, Josué também pode significar Salvador ou Libertador.

Ester

Ester – Isso é que é mulher!


Nome: Ester (persa), ou Hadassa (hebraico).

Significado do Nome: Ester significa estrela, e Hadassa significa murta (uma espécie de arbusto).

Livro onde é narrada a sua história: Ester (Antigo Testamento)

Local de nascimento: Não é citado na Bíblia, mas provavelmente ela deve ter nascido em Jerusalém – cidade onde seu primo Mardoqueu morava antes do exílio – ou em Susã – cidade onde Mardoqueu foi exilado pelo rei Nabucondonosor.

Local de falecimento, ou sepultamento: Provavelmente em Susã, pois era lá que seu marido, o rei Xerxes (ou Assuero em hebraico) reinava sobre vinte e sete províncias desde a Índia até a Etiópia.

Nacionalidade: Era judia, mas morava na região da Pérsia.

Fé: Judaísmo ( só que o judaísmo daquela época poderia ser considerado o cristianismo de hoje, pois o mesmo só foi criado depois da morte de Jesus)

Pais: Ester era orfã e por isso foi criada por seu primo Mardoqueu.

Características: Mulher de atitude, muito bonita, atraente e corajosa.

Profissão, ou posição político-social: Foi rainha durante o reinado do rei Assuero (ou Xerxes em persa).

Grandes feitos: Tornou-se rainha mesmo sendo uma garota simples e pobre; salvou seu povo de uma exterminação em massa, e enfrentou o próprio rei.

O que mais me interessa em sua história: Ester é a prova de como Deus pode usar pessoas simples, para realizar grandes obras. Ester se tornou rainha mesmo sendo uma menina humilde, e arriscou sua própria vida para salvar o seu povo, e ainda conseguiu “amansar” o coração de um rei que no começo da história, expulsou sua própria mulher, Vasti, apenas porque a mesma não queria ficar se exibindo como um troféu para os amigos do rei.

Lição que aprendemos com sua história: Uma coisa que eu aprendi com sua história é que ao contrário do que muita gente pensa, as mulhers tiveram fundamental importância na história, inclusive na história da Bíblia.

Curiosidade: O livro de Ester juntamente com o livro de Cantares são os únicos livros que não citam diretamente o nome de Deus. Mas isso não quer dizer Deus esteve ausente, mas quer dizer que Deus sempre esteve por trás da História, nos bastidores. Não vemos o nome de Deus no livro de Ester, mas percebemos como Deus esteve com ela e seu povo, os protegendo nos momentos mais difíceis.

Sansão

leao Sansão – EU TENHO A FORÇA!

Nome: Sansão

Significado do nome: “Do sol”

Local de nascimento: Zorá

Local de falecimento, ou sepultamento: Faleceu no Templo de Dagom, em Gaza, e foi sepultado entre Zorá e Estaol, no túmulo de seu pai

Nacionalidade: Israelita

Pai: Manoá

Mãe: Nome desconhecido

Filhos: Não teve

Irmãos: Nenhum

Características: Tinha uma força extraordinária, pois o Senhor estava com ele. Não tinha domínio-próprio. Era Nazireu, ou seja, consagrado ao Senhor, portanto não podia comer nada que fosse da videira, nem cortar o cabelo, nem tocar em cadáveres ou algo impuro.

Profissão, ou posição político-social: Foi juíz durante 20 anos em Israel. Juízes foram os líderes de Israel antes do período dos reis.

Grandes feitos: Rasgou um leão usando apenas as mãos; matou mil homens com uma queixada de jumento; e derrubou o Templo de Dagom matando a si próprio e aos filisteus.

Piores feitos: Bebeu vinho, tocou em cadáveres e comeu alimentos impuros, e contou o segredo de sua força, e lhe foi cortado o cabelo. Ou seja, tudo que ele não podia fazer, ele fez.

O que mais me interessa em sua história: Sansão era o típico cara “forte fisicamente, fraco na mente”, deixou se levar pela lábia da Dalila, e por isso foi capturado pelos filisteus. Mas felizmente buscou a Deus no último minuto de sua vida, e mesmo morto saiu vitorioso.

Moisés

parting-sea 

Moisés – Comigo por perto, ninguém precisa saber nadar

 

Nome: Moisés

Significado do nome: Hebraico: “tirado das águas” ou em Egípcio, mesu = “filho”

Local de nascimento: Israel

Local de falecimento, ou sepultamento: Moabe

Nacionalidade: Israelita (o mesmo que hebreu)

Pai: Anrão

Mãe: Joquebede ( era sua mãe biológica, e quem o amamentou, mas Moisés foi adotado pela princesa)

Filhos: Gérson e Eliézer

Irmãos: Arão e Miriã

Características: Homem de grande fé e coração bom, mesmo sendo filho adotivo da princesa, Moisés teve compaixão de seu povo original, os hebreus. Uma curiosidade sobre Moisés, é que a Bíblia diz que ele tinha a “língua pesada”, por isso ele usava seu irmão, Arão, como seu porta-voz.

Profissão, ou posição político-social: Foi príncipe do Egito antes de se tornar o líder do Êxodo Hebraico ( êxodo hebraico é a fuga dos hebreus – ou seja, os israelitas – do Egito)

Grandes feitos: Recebeu as tábuas dos dez mandamentos, abriu o mar vermelho, tirou água da rocha, libertou Israel da escravidão no Egito, enfim, foram muitos.

Piores feitos: Matou um egípcio que estava espancando um hebreu, e não acreditou em Deus, quando Ele disse tiraria água da rocha, e foi por isso que Deus não permitiu que Moisés entrasse na terra prometida, junto com seu povo.

O que mais me interessa em sua história: Nunca existiu outro homem como Moisés, homem de grande perseverança e paciencia, mesmo apesar de tudo que Deus havia feito através de Moisés, o povo nunca estava satisfeito, e vivia sempre reclamando, mas Moisés nunca desistiu de sua Missão. Moisés foi álguém tão especial que os judeus chegaram a achar que ele seria o Messias prometido.

José do Egito

Egito

José do Egito – Sonhar é preciso

Nome: José.

Significado do nome: Aquele que remove ou fascina

Local de nascimento: Padã-Harã.

Local de falecimento, ou sepultamento: Egito.

Nacionalidade: Egípcio, pois foi lá que passou a maior parte de sua vida

Pai: Jacó.

Mãe: Raquel.

Filhos: Manassés e Efraim

Irmãos: Rúben, Simeão, Levi, Judá, Zebulom, Aser, Dã, Gade, Naftali, Benjamin e Issacar.

Características: Sonhador, José foi um grande decifrador de sonhos. José sempre foi o preferido de seu pai, o que despertou a inveja de seus irmãos. José tinha o coração puro, tanto é, que a Bíblia não relata nenhum pecado seu.

Profissão, ou posição política-social: Foi escravo por algum tempo, mas o Faraó lhe deu o comando de toda a terra do Egito.

Grandes feitos: Decifrou o sonho das vacas-magras e vaca-gordas do Faraó, e ajudou o Egito a se preparar para os sete anos de fome.

Piores feitos: Nenhum relatado na Bíblia.

O que mais me interessa em sua história: José foi jogado dentro de um poço pelos irmãos, depois foi vendido pelos irmãos como escravo, quando chegou no Egito a mulher de Potifá quis ele, e ele não a quis, então ela falou que ele tinha tentado pegar ela à força, e por isso foi preso. Ainda na prissão decifrou o sonho do Faraó, e por causa disso o Faraó lhe deu o comando de toda a terra do Egito, tornando-se assim, a pessoa mais importante do Egito, abaixo apenas do Faraó. Como vocês podem ver, José é o exemplo daquela pessoa que esteve no fundo do poço (literalmente), mas que soube dar a volta por cima.