Análise do jogo “À Procura de Jesus”: Um bom jogo bíblico

O mercado de games, ainda carece de bons títulos cristãos. A primeira iniciativa cristã que vi nessa área, foi o RPG chamado Caminho Estreito, para PC. Era até legal, apesar de ser muito curto. Mas dificilmente encontramos outros bons títulos bíblicos no mundo dos jogos. Raramente se vê um jogo bem desenvolvido com conteúdo cristão. Porém, hoje venho falar de uma exceção a essa regra: o jogo À Procura de Jesus, disponível para Android.

Continuar lendo

Anúncios

Adão e Eva – Vale tudo por amor?

images-15.jpg.jpeg

Se o Facebook tivesse sido criado na semana da criação, o Universo inteiro teria curtido o novo status de Adão: “Em um relacionamento sério com Eva <3”. Poderia ter comentários do tipo: “Casal perfeito!! Que Deus abençoe vocês” e “sabia que vcs ficariam juntos. Dá pra ver que foram criados um pro outro.” E realmente eram um casal perfeito. Perfeitamente criados um pro outro.

Adão era mais velho. Pra falar a verdade, só algumas horas. Adão era tão “macho”, que mal tinha acabado de nascer e já sentia a falta de uma mulher. Ele era responsável por cuidar e  cultivar o jardim, e uma de suas primeiras tarefas foi dar nome aos animais. E foi ao notar que cada animal tinha um par, que Adão sentiu a a falta de uma companheira. A Bíblia diz: “Assim o homem deu nomes a todos os rebanhos domésticos, às aves do céu e a todos os animais selvagens. Todavia não se encontrou para o homem alguém que o auxiliasse e lhe correspondesse” (Gênesis, 2.20). O homem sozinho sempre sente a falta de alguém.

Você já esteve algum dia solteiro? Talvez você me responda:”Sim, eu estive TODOS os dias da minha vida solteiro.” Ou então você diga: “Ah, eu queria ser solteiro pelo menos um dia, porque todo dia é muito ruim!” Pois é, saiba que Adão já se sentiu assim também. Sabe aquele dia que você sai na rua, e parece que todo mundo tá namorando? Você anda um pouco, e vê um casal de adolescentes de mãos dadas. Anda mais um pouco e vê um casal de velhinhos se beijando. Chega na esquina, e encontra um casal de cachorrinhos lambendo o focinho um do outro. Todo mundo com alguém, e você continua sozinho. Foi exatamente assim que Adão se sentiu.

Continuar lendo

Ló – Fuja de Sodoma!

Nome:

Pai: Naor (irmão de Abraão)

Mãe: Milca

Cidade natal: Ur dos Caldeus

Cidade onde morreu: Zoar

Atos reprováveis: Embriagado por suas duas filhas, se envolveu em uma relação incestuosa com elas, da qual teve origem duas das maiores nações inimigas de Israel: os amonitas e moabitas.

Atos memoráveis: Abrigou dois anjos do senhor, enquanto os homens de Sodoma queriam abusá-los.

O que mais me interessa em sua história: Ló, um dia, contemplou a terra de Sodoma,  que de tão bela, foi comparada ao Jardim do Éden. Ló se encantou tanto com a cidade, que escolheu-a como sua morada, mas não buscou a direção de Deus, nessa decisão. Uma escolha errada, pois toda aquela beleza, abrigava a maior idolatria e perversão da época. Ló se manteve justo diante de um povo promíscuo, e conseguiu fugir da destruição de Sodoma, mas sua mulher se perdeu, atraída pelos prazeres que ficariam para trás. Ló conseguiu levar suas filhas consigo. Mas elas, através de um plano incestuoso, mostraram que poderiam ter saído de Sodoma, mas Sodoma não havia saído delas. Ló foi salvo, e estará no céu. Mas talvez não encontre as pessoas que mais amava ali. A história de Ló é uma prova que podemos ser justos, em meio à  influência do pecado, mas também nos mostra, que em qualquer decisão, devemos buscar a direção de Deus.

O Caminho do Jovem

“De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando segundo a Tua palavra.” Salmo 119.9

Na “longa estrada da vida”, o trecho da juventude é o mais intenso. Por mais que passe rápido, geralmente é nessa fase que damos os passos mais largos, e possivelmente, os mais importantes. É nessa época que escolhemos uma profissão para seguir, uma pessoa para amar, além de começarmos a assumir nossas primeiras grandes responsabilidades.

É nesse período também que a vida nos apresenta muitos caminhos, muitos atalhos. E “há caminhos que parecem direitos ao homem, mas que ao final são caminhos de morte.” E como o jovem poderá se manter no caminho certo? Seguindo o precioso mapa, a palavra de Deus.

Não há outro jeito. Os atrativos fora da estrada são muitos, e os atalhos para uma felicidade passageira são tentadores. Mas o Caminho que conduz à vida eterna é só um, e se chama Jesus. Faça de Jesus o seu guia, e tome a Bíblia como o mapa, e assim, mesmo que a caminhada seja difícil, você chegará no lugar certo.

João Batista

João Batista – A voz que clama no deserto

Nome: João

Pai: Zacarias (sacerdote)

Mãe: Isabel (parente de Maria, mãe de Jesus)

Local de nascimento: Alguma cidade na região montanhosa da Judéia.

Local de falecimento: Palácio de Herodes

Profissão: Profeta

Grandes Feitos: Batizou muitas pessoas (inclusive o próprio cristo), e através de sua pregação preparou o povo para a vinda do Messias.

O que mais me interessa em sua história: “Importa que Ele cresça, e que eu diminua”. A vida de João Batista pode ser resumida por esta frase, dita por ele mesmo. João foi alguém que viveu em completa humildade abnegação, dedicando toda a sua vida à mensagem que o Senhor lhe confiou. Não realizou nenhuma cura, e nunca pregou prosperidade, mas mesmo assim, Jesus o considerou como o “maior dos nascidos de mulher”. Nunca realizou um milagre, mas através da sua pregação, e de sua obra de batismo para remissão de pecados, ele conduziu as pessoas para o maior de todos os milagres: o milagre do perdão.

O Filho Perdido

Lucas 15:11-32

O Filho Perdido

Certo dia um jovem pensa
Que não precisa de seu pai
E com a herança por recompensa
Pra bem distante ele vai

Com seus novos amigos
Seu prazeres satisfaz
Se esquecendo dos perigos
Que o pecado sempre traz

Mas pra sua tristeza
A história segue assim:
Certo dia sua riqueza
Finalmente chega ao fim

Passando por grande fome
Na lama ele se assenta
A angústia lhe consome
E com os porcos se alimenta

Decide então voltar
Implorando por perdão
E seu pai vem lhe abraçar
Com ternura e compaixão

Erros tenho cometido
Mesmo assim estou bem certo
Por mais longe que eu tenha ido
O meu Pai está bem perto

Áureo Vinicius